Buscar
  • Douglas

Escolha a Iluminação IDEAL Para Sua Fotografia de Alimentos

Atualizado: Nov 2


Fotografia de Alimentos

Para que você possa obter resultados ainda mais profissionais na fotografia de alimentos, bebidas ou produtos, nem sempre é necessário o uso de equipamentos caros ou extremamente sofisticados e complicados de operar.


Fotografar alimentos exige muito mais olhar e percepção da história a ser contada do que técnicas complicadas (por mais que seja importante conhecer pelo menos algumas delas).

Foto acima: Acervo de Imagens do Wix.

Muitos fotógrafos de gastronomia preferem utilizar iluminação natural com um simples rebatedor ou um ponto de luz principal único como um softbox para criar um ambiente mais propício e dar uma identidade visual ao prato.

Iluminadores de LED

No entanto, o que se fala muito em termos de iluminação para alimentos, bebidas ou produtos são luzes mais difusas (utilizando um softbox, por exemplo), suaves e que não provoquem tonalidades indesejadas na imagem com tons azulados, avermelhados ou esverdeados (tons estes que não combinam com a fotografia gastronômica).

À esquerda, softbox Flashpoint e à direita iluminador MiniSun II Atek

E uma das grandes frustrações de um fotógrafo é ver sua imagem com desequílibrio de cores, ainda mais se tratando de alimentos, onde um dos pontos cruciais é manter o tom e a cor original do produto.

À esquerda, foto tirada com softbox Flashpoint e lâmpada de 23W e 6000 K. À direita, apenas luz artificial ambiente de teto 3200 K.

Ajustes de câmera 1/25 | f/5.6 | ISO 1600 e 1/25 | f/5.6 | ISO 200 respectivamente.

Sem correção de cor.

Na maioria das fotografias que produzo, utilizo lâmpadas de LED de 16W e 23W, com temperaturas de cor entre 3000 K e 6000 K, sempre fotografando em arquivo no formato RAW para, caso seja necessário, realizar pequenos ajustes de correção de cor.


Lâmpadas de LED profissionais são econômicas, duram mais e não provocam coloração indesejada na imagem. A maioria das lâmpadas que encontramos em cozinhas ou ambientes que não sejam preparados para fotografia, não são recomendadas para fotografar alimentos, bebidas ou produtos em geral de forma profissional, pois podem produzir tonalidades esverdeadas e terem o risco de causar um fenômeno chamado flicker na image que nada mais é do que uma variação da tensão da lâmpada fazendo com que nossos olhos enxerguem um "pisca-pisca" no ambiente. Isso pode ser facilmente identificado ao gravar vídeos em locais onde hajam este tipo de iluminação.

Fotografia de Alimentos

Lâmpadas de LED de 16W 3000 K e 23W 6000 K

No entanto, existem inúmeras opções de luzes e iluminadores disponíveis no mercado. É preciso testar e escolher a mais indicada para o seu tipo de trabalho.


Estilo também conta na hora de optar por iluminação de LED, fluorescente ou mesmo flash. Combinar dois tipos de luzes pode ser uma opção, desde que uma não interfira na outra em termos de estética da imagem, causando cores que interfiram entre si.


Este post não contém nenhum tipo de afiliação, patrocínio, parceria ou propaganda.

#fotografiadealimentos #fotógrafodealimentos #iluminação #fotodecomida #iluminacaoparafotografia #blogdefotografia